sábado, 30 de abril de 2011

Preciso



Eu te quero. E te espero.
Espero o tempo que for necessário.
Preciso tanto do teu sorriso! Preciso tanto do teu cenário!
Preciso do teu calor, pra aliviar a minha dor.
Preciso da umidade do teu beijo. Renova a minha idade, incita meu desejo...
Preciso, lindo, do teu colo e do teu carinho. Aninho-me no teu braço... E eternamente assim eu passo.
Preciso do enlaço do teu abraço. Esse abraço que me aquece, que me apetece, que me enlouquece.
Preciso do teu humor ácido e do teu olhar plácido.
Preciso do teu mau-humor, da tua malcriação. E de quando me olhas com tesão.
Precisa da tua mente brilhante, preciso do teu semblante, preciso que me encantes.
Preciso da tua respiração quente na minha pele. E da vontade latente que ela expele.
Preciso do teu gosto, mesmo que imposto.
Preciso de ti... Até quando vais ficar aí?

Mirella R. de Oliveira

Um comentário:

Michele P. disse...

Porque há dias que caminhar sozinha é um fardo. Porque há dias em que o carinho precisa ser repartido.

Texto repleto de sensibilidade.
Lindo, como sempre.

Um abraço