quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Ou mergulhe ou nem molhe os pés!





O problema não é mergulhar fundo. Eu sou dessas que só mergulham, se for pra ir a fundo. E com uma pedra pesada amarrada ao pescoço (mas com nó frouxo, porque sou precavida... e vai que me falte o ar e eu precise desatar?). O problema de mergulhar, é que nem sempre se pode saber se o local é raso. Certifique-se. Eu, quando percebo que é profundo, quando sinto a frescura da água fria tocando-me os pés em convite, não resisto: tapo o nariz, fecho os olhos e vou! Não consigo não entrar com corpo, vísceras e alma. Não importa no que seja. Não gosto de quem molha só os pés. Quem não mergulha faz mal feito. Detesto o mal feito. Detesto profissão mal aprendida, relacionamentos mal resolvidos e criança mal educada. Se for pra fazer, doe-se! Se for pra aprender, meta a sua fuça! Se for pra educar uma criança, dê o seu melhor. Se for pra conquistar, conquiste! Já que está na beira da água, aceite o convite: mergulhe, sem medo! Com o coração na mão, debatendo-se de tanto palpitar. Mas, cuidado: certifique-se da profundidade do ambiente. Mergulhar no raso, por vezes, é fatal. Se não o for, que bom... Mas que existirão escoriações que permanecerão por um bom tempo, ah existirão.



6 comentários:

Alline disse...

Ai, Mi, eu me jogo, seja qual for a profundidade. Vou inteira, vou toda. Se não for assim, prefiro não ir. Se bater a cabeça no fundo, vejo depois. Se me machucar, depois sara. Isso particularmente pra mim faz parte do viver.

Beijo pra ti! =)

Mirella de Oliveira disse...

É, Alline... Já fui assim. Já mergulhei sem me preocupar com a profundidade. Mas, sabe o que aconteceu? Demandou tanto gasto energético... e eu só saí perdendo. Quero mergulhar, mas quero mergulhar FUNDO. O raso não me apetece mais. ;)

Beeeeijo, Li!

Alline disse...

Mas pra saber a profundidade a gente não tem que arriscar e mergulhar? É disso que eu falo, Mi. De ver qual é se o coração pedir. E meu coração sempre pede pra eu ir... e eu vou. rs

Saudades de ti!!!!

Luna Sanchez disse...

Ai, ai...Tô numa fase de observar mergulhos, Mi, enquanto me preparo pra dar o meu.

=)

Um beijo.

Michele P. disse...

Eu não sei nadar, mas costumo me jogar e sair engolindo água... risos


Beijos!!!

Tere disse...

Que texto lindo, magnífica a parte "Não consigo não entrar com corpo, vísceras e alma. Não importa no que seja. Não gosto de quem molha só os pés.", me emocionou bastante. Tudo de bom, Mirella, você escreve divinamente.