sexta-feira, 13 de abril de 2012

Agora eu quero assim...

Um dia eu fui diferente. Um dia, quis tentar agradar o outro. Não, não há nada de errado em agradar o outro, principalmente se o outro for importante pra você. Mas um dia, eu quis agradar o outro me anulando. Desagradando a mim mesma. Ocultando quem sou. Não! Basta! Chega de 'média'. Chega de tentar fazer bonito. Chega de 'o que os outros irão pensar'? Ainda titubeio ao falar algo que penso. Ainda penso duas ou três vezes no que vão pensar de mim. Penso e logo decido: que se dane! Esta aqui sou eu. Jamais vou me esconder, jamais vou deixar de falar o que penso e fazer o que tenho vontade! Eu lamento se você não gostou. Eu lamento se você se chateou ao ouvir a minha verdade nada absoluta. Muitas pessoas defendem com veemência a sinceridade... Pois eu acho que a sinceridade consigo mesmo, aquela, que ninguém vê nem escuta, é que é a mais importante. O que os outros pensam não passa disso. É só "o que os outros pensam". Goste de mim. Mas desta aqui, a verdadeira. 

Um comentário:

Mensagem Efêmera disse...

Isso aí. Quem é pra gostar de ti, vai gostar pelo que és.