quarta-feira, 12 de setembro de 2012

A conexão expirou



Suspira e tenta de novo. Mais uma vez. Uma. E duas. E três. Droga! A conexão expirou... Conecta a pecinha, aperta o fio, liga e desliga, tenta-de-no-vo. A conexão expirou. Mas por que ela tanto expira, ó céu, ó vida, ó azar? Conexão, ligue-se, minha filha (ela se vê conversando com a co-ne-xão): expiração é passiva. Larga mão de ser mané! Contrai logo esse diafragma, cria logo uma pressão negativa nesse pulmão que o deus das tecnologias te deu e, pelo amor dos deuses, INSPIRA! Alguém passa por perto e ouve o monólog... digo, conversa. Pensa que ela anda bem inspirada. É, inspirada ela sempre foi mesmo. Com ou sem prefixo. Seria a inspiração uma piração interna? 

2 comentários:

Mensagem Efêmera disse...

haha, um ciclo sem fim.

Maela disse...

tira da tomada....rs