sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Sobre janeiro

Janeiro já chegou metendo uma voadora no meu peito. Com força, que é pra doer bastante e aprender a ser gente. Foi um mês paradoxo, do fundo ao ápice, louco, doente e extasiante. Saio dele bem melhor do que entrei. Cinco quilos a menos no corpo. Trezentos a menos na alma. Janeiro, seu fodido, obrigada por cada intempérie emocional e cada alegria transcendental. Foi massa a parceria e foi válida a voadora. Agora segue teu rumo que fevereiro tá ali na esquina olhando pra mim com cara de sexy.


Nenhum comentário: